quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Vote em mim.

Prometo contratar uma empresa de marketing para me instruir de forma a enganar você eleitor sem que perceba isso.
Fique tranqüilo que terei uma imagem bonita, pois muitos se preocupam com a aparência, que seja bonita minhas roupas, e a maquiagem pode sim me dar uma aparência de pessoa legal. Quando ganhar mostro quem sou e se alguém reclamar não tem problema por que no Brasil o povo aceita verdades mentirosas.
O meu plano de governo faço de conta que tenho e você não procura conhecer, vou dando uma inventada daqui e outra de lá, se o eleitor não tem noção do valor do próprio voto por que vou levar isso de política a serio?
Eu sou um cara popular isso que importa, sou cantor, humorista, ex jogador de futebol... Se não estudei para conseguir alguma coisa nesse país, você acha que vou me preocupar com educação? Isso é papo fiado cara eleitor.
Mais pode ficar tranqüilo! Também sou um grande empresário, que passo bem longe do trânsito com meu helicóptero, tenho um bom plano de saúde e nunca entro num hospital público, minha casa tem a melhor empresa de segurança do país e meu carro é blindado, minha empresa me deixa cada vez mais rico por que sei bem como é isso de explorar o trabalhador, ou seja tendo nenhuma noção real das condições do país, com certeza vou me preocupa contigo. Pode confiar em votar em mim.
Eu também sou uma pessoa caridosa, então vote em mim, que te darei telhas, blocos, uma caixa d’água, ciquenta reais, sei lá qualquer coisa para garantir meu emprego de quatro anos e saiba que não é culpa minha se tudo continuar mal para você, afinal foi sempre assim, e eu não vou querer mudar.
Vamos combinar um coisa desde já: Na minha campanha vou visitar comunidades carentes, e vou fazer promessas vãs, mas depois de eleito eu não volto mais aqui e você não vai reclamar para que eu cumpra o que prometi. Combinado? Esqueça que eu sou presidente, governador, senador, deputado... Que eu me esqueço que você existe.
E outra coisa para finalizar, isso de protesto e revolução é coisa do passado, pessoas que pensam de forma arcaica é que pensa nisso de revolucionar, espere com paciência em sua casa, afinal de contas você nem tempo tem para questionar e saber que sou o verdadeiro culpado pela maioria das misérias desse país.
Continuem perdendo 4 ou 5 horas diárias em trânsito, metrô e ônibus lotado, pare seus estudos para trabalhar o quanto antes e quando tiver filhos fique tranqüilo a televisão educa por você. Depois te garanto professores para serem os culpados pela má formação deles, por que escola tem que resolver
todas as questões sociais do país e se não resolver a culpa é do professor.
Enfim ai está meu discurso e minhas propostas.
Se não dá para mudar vamos votar. Brasil um país para poucos. 

                                                                                                                                  Carlos Sá

4 comentários:

Ireldo disse...

Cara, a ironia ficou legal.
Agora quanto ao povo dispolitizado, te indico um texto do meu blog do José Murilo de Carvalho que eu acho q casa bem com a ideia do seu texto dando a gênese do problema da dispolitização no Brasil.
Texto: A Formação do Povo Político.

Daqui pra frente disse...

Muito bom msm, dá até vontade de publicar, assim todos teriam acesso a esse texto.
Parabéns

cliff disse...

Fala,Carlos....gostei muito do seu texto.Pena que esse quadro todo seja real,não é....Gostei da sua ironia nem um pouco sutil.Adorei este texto,cara..vamos divulgar ele por aí.Parabens,o blog é bem legal,deveria ser lido por todos.

Letícia Sousa disse...

Ótimas expressões, muito bem atribuídas diante de toda essa lamentável situação que nos cercam. Vou visitar de vez em quando seu blog, continue postando novidades. Você possui o dom de manusear devidamente as palavras em prol de nos dá o prazer de ler textos realistas.PARABÉNS!
Sou estudante de jornalismo, gostei muito de visitar esse blog. Tudo de bom!